Qual o significado de Jesus andar sobre a água?

Pergunta: “Qual foi o significado de Jesus andar sobre a água?”

Resposta: O milagre de Jesus andar sobre a água, registado em três dos Evangelhos (Mateus 14: 22–36; Marcos 6: 45–56; João 6: 16–21), veio logo após Ele milagrosamente alimentar os 5.000 com apenas cinco pães e dois peixes (Mateus 14:17). Mas foi o milagre de Jesus andar sobre a água que, mais do que qualquer outro, convenceu os discípulos de Jesus de que Ele era realmente o Filho de Deus (Mateus 14: 32-33).

A história se desenrola no Mar da Galileia, que fica na parte inferior do Vale do Jordão, em uma cadeia montanhosa que se eleva a 4.000 pés acima do nível do mar. O lago em si é de 700 pés abaixo do mar Mediterrâneo. Um dos aspetos mais notáveis ​​deste corpo de água é que ele é muito suscetível a tempestades repentinas e extremamente violentas. Essas tempestades são causadas pelo ar frio vindo das montanhas ao redor e colidindo com o ar quente e húmido que se ergue da superfície da própria água.

“Ao anoitecer seus discípulos desceram para o mar, entraram num barco e começaram a travessia para Cafarnaum. Já estava escuro, e Jesus ainda não tinha ido até onde eles estavam. Soprava um vento forte, e as águas estavam agitadas. Depois de terem remado cerca de cinco ou seis quilômetros, viram Jesus aproximando-se do barco, andando sobre o mar, e ficaram aterrorizados. Mas Ele lhes disse: “Sou eu! Não tenham medo!” Então resolveram recebê-lo no barco, e logo chegaram à praia para a qual se dirigiam. “(João 6: 16-21).

Existem vários pontos importantes para reconhecer sobre esse milagre. Primeiro, Mateus nos diz que “o barco já estava a uma distância considerável da terra, golpeado pelas ondas porque o vento estava contra ele. Durante a quarta vigília da noite, Jesus foi até eles, andando no lago” (Mateus 14: 24–25). Embora estivessem apenas para percorrer uma distância curta, a tempestade foi tão violenta que, apesar de todos os esforços para controlar o barco, a tempestade os levou quase seis quilômetros até o meio do mar. Sendo a quarta vigília da noite (3:00 às 6:00 da manhã), eles estavam remando e se esforçando em seus remos por aproximadamente nove horas! Eles estavam totalmente exaustos.

Marcos nos diz que, quando os discípulos viram Jesus andando no lago, eles pensaram que Ele era um fantasma. Eles clamaram porque todos eles O viram e ficaram aterrorizados (Marcos 6: 48-50). E isso nos leva ao segundo ponto significativo desse milagre. Jesus sempre vem a nós nas tempestades da vida. Isto é uma reminiscência das palavras de Deus a Isaías: “Quando passares pelas águas estarei contigo, e quando pelos rios, eles não te submergirão”(Isaías 43: 2). O Senhor pode não vir no momento em que achamos que deveria vir, porque sabe quando precisamos mais Dele. Jesus esperou até que o barco estivesse o mais longe possível da terra, quando toda a esperança deles se tinha esgotado. Em essência, Jesus estava testando a fé dos discípulos, e isso significava remover todo adereço humano. Por que Jesus andou na água? Para mostrar a Seus discípulos que a mesma coisa que eles temiam, o mar revolto e fervente, era apenas um conjunto de passos entre Ele e eles. Frequentemente, tememos as experiências difíceis da vida, como doença, perda de entes queridos e dificuldades financeiras, apenas para descobrir que essas experiências acabam por nos aproximar  de Jesus

Mas temos que perguntar: por que eles não reconheceram Jesus? A resposta é que eles não estavam procurando por Ele. Se eles estivessem esperando em fé, eles O teriam conhecido instantaneamente. Em vez disso, eles saltaram para a falsa conclusão de que Sua aparência era a de um fantasma. O ponto é este: o medo e a fé não podem viver no mesmo coração, pois o medo frequentemente cega os olhos para a presença do Senhor.

O terceiro ponto significativo é que Jesus provou estar no comando dos elementos, algo que somente Deus pode fazer. Ele revelou essa verdade aos discípulos que reconheceram Sua divindade e responderam com uma confissão de fé em Jesus como Deus: “E, quando subiram para o barco, acalmou o vento. Então aproximaram-se os que estavam no barco, e adoraram-no, dizendo: És verdadeiramente o Filho de Deus.” (Mateus 14: 32-33). Esta foi a primeira vez que Jesus foi chamado o Filho de Deus pelos discípulos, uma declaração que, de fato, se baseou no que eles haviam dito anteriormente sobre Ele em Mateus 8:27: “Que tipo de homem é este? Até os ventos e as ondas O obedecem”. Aqui eles respondem à sua própria pergunta: “És verdadeiramente o Filho de Deus ”.

Embora tivessem um longo caminho a percorrer em sua compreensão espiritual, os discípulos cresciam em sua fé no Senhor. Além disso, esta foi a primeira vez que os discípulos dizem ter adorado a Jesus. Em Mateus 2:11, os magos do Oriente adoraram a Jesus. Mais tarde, diz-se que um leproso adorou a Jesus (Mateus 8: 2). Um governante da sinagoga faz a mesma coisa em Mateus 9:18. Mas esta é a primeira vez que os discípulos O adoram. Também é importante notar que sua adoração é unida à sua confissão (Mateus 14:33).

E isso é o que a adoração é, reconhecendo quem é Deus e louvando a Ele tanto por quem Ele é quanto pelo que Ele fez. Foi nessa história que os discípulos deram o primeiro passo e adoraram a Jesus como o Filho de Deus.

Artigo original em: https://www.gotquestions.org/walking-on-water.html
Nota: Um quarto ponto que pode ser significativo é o facto de Pedro com os olhos postos em Jesus, ele próprio foi capaz de caminhar sobre a água ( Mateus 14:28-29). Quem sabe com os olhos posto em Jesus, sem duvidar e sem medo nós consigamos vencer nossos problemas e medos com a menor das dificuldades sendo evitáveis grandes turbulências na maré da nossa vida? ” Mas os que esperam no Senhor renovarão as forças, subirão com asas como águias; correrão, e não se cansarão; caminharão, e não se fatigarão.” (Isaías 40:31)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: