Eu vou meditar em Ti pela manhã

Quando perdi paixão ou devoção em meu tempo com Deus, simplesmente O perdi de vista. Ainda estou lendo e orando, mas não O estou vendo, não com tanta clareza. Um nevoeiro apareceu lentamente ao longo de dias ou semanas, cobrindo sua beleza dos olhos do meu coração, entorpecendo a minha necessidade Dele, e privando-me de uma felicidade mais profunda e forte Nele.

Talvez você tenha conhecido o nevoeiro. O rei David conheceu. E ele ansiava pelo que veria e sentiria quando as nuvens finalmente se separassem:

Como de banha e de gordura farta-se a minha alma;

e, com júbilo nos lábios, a minha boca te louva,

no meu leito, quando de ti me recordo

e em ti medito, durante a vigília da noite. (Salmo 63: 5–6)

David nos ensina a cortar a névoa com meditação. E não apenas meditação sobre palavras, mas sobre o próprio Deus – “quando de ti me recordo. . . e em ti medito”. Meditação significa permanecer mais tempo com o Deus das Escrituras, pelos nossos corações.

Quando enchemos nossas almas no êxodo, nas leis levíticas, nos salmos, nos profetas, nos evangelhos, na igreja primitiva e nas cartas de Paulo, estamos meditando não apenas em palavras numa página, mas em Deus. Ele se revela através de palavras. Estamos vendo-O em glória radiante, ouvindo Dele em infinita sabedoria, saboreando-O em sua capacidade única de satisfazer a alma humana.

Nós não acordamos cedo simplesmente para estudar Deus ou para exercitar a disciplina. Acordamos cedo para encontrar Deus. “No glorioso esplendor da tua majestade e nas tuas obras maravilhosas meditarei” (Salmos 145: 5). Quando nos sentamos para meditar – no início da manhã, no meio da tarde, durante as vigílias da noite – podemos esperar glória, esplendor e majestade. Nós podemos esperar por Deus.

Mais importante que dormir

As vigílias da noite eram trechos de tempo em que um guarda ou vigia era colocado para vigiar os inimigos. A segurança era mais importante do que o sono, então alguém ficava sem dormir mantendo o resto da cidade a salvo.

Muitos cristãos, especialmente no Ocidente, não ficam pensando se alguém vai invadir para os matar da noite para o dia, mas algo ainda é mais importante do que o sono. O salmista diz:

Eu me levanto antes do amanhecer e clamo por ajuda;
Eu espero nas tuas palavras.
Meus olhos estão acordados antes das vigílias da noite,
para que eu possa meditar em tua promessa.
(Salmo 119: 147–148)

Por mais precioso que seja o descanso, ele sabia que a meditação era ainda mais satisfatória. Ele ficaria feliz em não dormir para conseguir um pouco mais de Deus.

Se nós consistentemente pularmos o tempo com Deus em sua palavra e oração porque amamos o sono, nossos corações sofrerão. O sono é importante (Salmo 127: 2). Mas não é o mais importante. A comida é importante (1 Timóteo 4: 4; 6: 8). Mas não é o mais importante. Casamento e família são importantes (Provérbios 18:22; Salmo 127: 3). Mas não são o mais importante. A comunhão com Deus – conhecê-Lo e desfrutá-Lo em momentos reais e sem pressa, meditando e orando a Ele – é mais importante do que qualquer outra coisa que façamos, não importa quão urgente tudo seja.

Se Deus nos mantém acordados durante a noite, ou nos acorda antes do sol nascer, pode ser porque algo é mais importante do que o sono. Ele sabe quando precisamos descansar e sabe quando precisamos meditar e orar. Ele pode graciosamente abrir nossos olhos muito antes de o alarme disparar, para nos dar outro vislumbre de sua majestade para desfrutarmos, ou abrir bem os ouvidos para nossos fardos que levamos para a cama.

Podemos presumir que estamos acordados por causa de stress, indigestão ou algum outro desequilíbrio, mas pode ser simplesmente graça. Deus pode estar nos chamando da cama para algo mais nutritivo e satisfatório do que o sono.

Com carinho focado

No entanto, a meditação não parecerá graça se perdermos a capacidade de nos focarmos. Na sua maior parte, a Internet não encoraja a meditação prolongada. Quase todos os sites que visitamos são implacavelmente feitos para nos manter clicando, mudando, mudando – procurando incansavelmente pela próxima coisa e, portanto, raramente focados no que quer que esteja diante de nós. Mesmo quando o próprio Deus está falando connosco.

Novamente, o salmista diz: “Eu meditarei em teus preceitos e fixarei meus olhos em teus caminhos” (Salmos 119: 15). Quando foi a última vez que você deu esse tipo de atenção para alguma coisa? Quando você fixou seus olhos em algo, e se recusou a desviar o olhar – não para notificações, não para um lanche, não para notícias ou desportos? Se toda a alegria nos Salmos parece estranha ou até inatingível em nossa vida cotidiana, poderá ser porque nos afastamos da meditação – da busca diligente de Deus. Perdemos a fome de ir atrás Dele?

A meditação não é apenas sobre atenção mental focalizada – ler e pensar sem distração. O desejo apaixonado, e não o frio cumprimento, estimula a nossa busca por Deus: “Erguerei as mãos para os teus mandamentos, que amo, e meditarei nos teus estatutos” (Salmos 119: 48). A meditação é focada, atenciosa, até mesmo sendo tenaz afeição. Bem-aventurado o homem cujo “prazer está na lei do Senhor, e na sua lei medita dia e noite” (Salmos 1: 1–2).

Para manhãs duras e pesadas

A meditação pode parecer exigir manhãs tranquilas, ininterruptas e previsíveis – dias “normais” – mas poucos de nós sabem como são as manhãs tranquilas, ininterruptas e previsíveis. Estamos muito mais familiarizados com as mais ocupadas e imprevisíveis. Anormal é o nosso normal. Fazemos planos, compramos revistas, definimos nossos alarmes e, então, a vida acontece de novo. Acabamos com menos tempo do que pensávamos, ou aparentemente sem tempo algum. Alguém precisa de nós inesperadamente. Começamos a entender por que David escolheu as vigílias da noite, quando todos os outros estavam dormindo.

Alguns dias, e até mesmo algumas estações da vida, serão mais propícias do que outras para a meditação ideal, mas os Salmos nos mostram que não podemos esperar por um momento propício para meditar. De fato, a meditação se torna ainda mais valiosa quando as circunstâncias ideais da meditação desmoronam ao nosso redor. No meio das provações e da oposição, o salmista diz: “Ainda que os príncipes se preparem contra mim, o teu servo meditará nos teus estatutos” (Salmos 119: 23). Davi também foi expulso de sua casa, cercado de inimigos e confrontado com o perigo, mas não abandonaria a meditação. Salmo após o salmo, quando ele foi forçado a deixar tudo para trás, ele não abandonou o pensamento e a oração com afeto focado em Deus.

Não estás sozinho

Se você acordar cedo amanhã para meditar em Deus em sua palavra, Ele quer encontrar-Se consigo – não apenas para ser compreendido e admirado, mas para ajudá-lo a compreendê-Lo e admirá-Lo. Paulo diz a seu discípulo Timóteo: “Pense no que digo, pois o Senhor lhe dará entendimento em tudo” (2 Timóteo 2: 7). A verdadeira meditação é um exercício para matar a autoconfiança, porque a sabedoria de Deus confunde e ofende até mesmo as mentes humanas mais sábias, afastadas da graça.

Quando você abre sua Bíblia, estabeleça sua necessidade de ser forte, inteligente e independente. Ore com o salmista: “Faz-me entender o caminho dos teus preceitos e meditarei em tuas obras maravilhosas” (Salmos 119: 27). Trazemos afeto focado e dependência de oração, e Ele nos dá o entendimento – o conforto e a cura de uma ferida prolongada, o avanço na luta contra o pecado, a perceção de relacionamentos ou situações difíceis e, acima de tudo, a admiração de ver Sua beleza novamente.

Quando Deus se move em nossa meditação, diremos com Robert Murray McCheyne: “Acordei cedo para buscar a Deus e encontrar Aquele a quem minha alma ama. Quem não se levantaria cedo para encontrar tal companhia?” Deus está sentado ao nosso lado quando lemos, mesmo dentro de nós pelo seu Espírito. Quando meditamos em Deus com Deus, aquele que nossas almas amam medita por nós e através de nós, nos mostrando vislumbres de Si mesmo que nunca teríamos visto por conta própria.

 

Artigo original por Marshall Segal em: https://www.desiringgod.org/articles/i-will-meditate-on-you-in-the-morning

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: