Satanás não o deixará sozinho. Vivendo num mundo cheio de diabos.

Alguns disseram que o maior truque do diabo é convencer o mundo de que não existe. Satanás é o enganador supremo, esforçando-se para livrar nossa mente de sua existência e nos fazer acreditar que todo o ensino bíblico sobre ele é material de mito, lenda e folclore antigo – histórias antiquadas que não têm lugar em nossa mente iluminada e no confortável novo Mundo.

O diabo é o pai da mentira (João 8:44) e o enganador das nações (Apocalipse 20: 3, 8). Ele “se disfarça de anjo de luz” (2 Coríntios 11:14) e fará tudo o que estiver ao seu alcance para nos fazer esquecer dele e viver como se ele não existisse. Como crentes, sabemos que Satanás existe, mas muitos de nós ainda caem em sua sutil armadilha de ignorá-lo e esperamos que ele nos deixe em paz.

A atitude que mais temo

Mas, assim como não podemos ler uma página das Escrituras sem correr para a soberania de Deus, também não podemos ler muito tempo sem ficar cara a cara com a dura realidade do poder do maligno. E assim, reconhecemos que não podemos ignorar completamente sua existência.

“Sabemos que Satanás existe, mas muitos de nós ainda caem em sua sutil armadilha de esperar que ele nos deixe em paz.”

Porque muitas vezes nós andamos pela vista e não pela fé – pensando que podemos viver nossas vidas cristãs com algum tipo de inércia espiritual – nós caímos na armadilha de Satanás de pensar que ele não está realmente lá, ou pelo menos como se ele não fosse muito ativo. Parece, afinal de contas, ser um pensamento muito mais agradável de acreditar que ele não está por perto ou, pelo menos, que não somos um alvo significativo o suficiente para ele gastar seu tempo.

Enquanto todos os verdadeiros crentes sabem que Satanás existe, muitos sucumbiram à noção de que a guerra espiritual não é tão grande assim. Eu temo que haja alguns cristãos lendo isso agora, dizendo para si mesmos: “Sim, certo, eu sei que Satanás existe, e sim, eu sei que a guerra espiritual é real, mas eu não acredito que Satanás ou seus demônios estão espreitando atrás de todos os arbustos, e eu não acredito que eu possa realmente fazer qualquer coisa sobre a guerra espiritual de qualquer maneira”. Essa é a atitude que eu mais temo por mim mesmo, por minha família e pela congregação que sirvo.

Se não fôssemos de Deus

Nós lutamos contra os poderes cósmicos – “forças espirituais do mal nos lugares celestiais” (Efésios 6:12). Essas forças do mal focam-se em todos os verdadeiros crentes e são implacáveis.

Paulo nos ensina que o deus deste mundo cegou a mente dos incrédulos para que eles não pudessem ver a luz da glória do evangelho de Cristo (2 Coríntios 4: 4). A implicação é que, ao cegar suas mentes, o diabo concentra seu trabalho primário nos seguidores de seu inimigo. Parecia ser o caso que antes de confiarmos em Cristo, o diabo era certamente nosso inimigo, mas não no grau em que ele se tornou nosso inimigo depois que confiamos em Cristo.

Se fomos abençoados por crescer em um lar cristão, ele era inquestionavelmente o inimigo de nossa família. Mas depois de confiar em Cristo, ganhamos a Cristo e a sua justiça ao unirmo-nos a Ele de uma vez por todas e, como resultado, o inimigo de Cristo tornou-se nosso inimigo de maneira mais significativa, e ele começou a focar-se mais em nós com suas setas flamejantes para tentar nos derrubar. Como Thomas Brooks escreveu: “Se Deus não fosse meu amigo, Satanás não seria grande inimigo“.

Armas comuns, mas mortíferas

Embora saibamos que Satanás e seus ansiosos servos não podem habitar os crentes nem ler nem controlar nossas mentes, também sabemos que sob a soberania de Deus, eles podem ainda assim causar destruição em nossa vida. Contudo, ao invés de viver com uma visão minimalista do que Satanás não faz, ao invés de viver como deístas práticos como se o Espírito Santo não estivesse vivo e ativo, e ao invés de viver como deterministas Reformados como se a causalidade secundária e os meios secundários fossem irrelevantes, devemos lembrar que Deus é soberano não apenas sobre os fins de todas as coisas, mas sobre os meios de todos os fins.

“As forças do mal estão de olho em todos os verdadeiros crentes e são implacáveis.”

Portanto, devemos fazer todos os esforços para usar os meios que nosso Senhor nos deu para lutar. Ele nos deu meios comuns de graça, e estes também são os meios comuns para nossa guerra diária; ou seja, a palavra de Deus, a oração, o batismo e a Ceia do Senhor. Ele nos deu o Dia do Senhor, e nos deu culto semanal com nossa família, onde cantamos e proclamamos nossos cânticos de batalha da vitória final e afirmamos a fé que uma vez foi entregue aos santos.

Não devemos subestimar a obra travessa de Satanás, destinada a nos impedir de frequentar regularmente esses meios comuns de graça. Acima de tudo, nosso Senhor nos deu a Si mesmo em Cristo e nos deu o Espírito Santo. E, embora Satanás não tenha medo de nós, ele tem pavor Do que está dentro de nós. O nosso Protetor não dorme e está sempre alerta  (Sl 121: 3-4), e Nele somos mais que vencedores (Romanos 8:37) porque maior é Aquele que está em nós do que aquele que está no mundo (1 João 4: 4).

Não podemos estar despreparados

Nós devemos estar preparados. Devemos reconhecer que a guerra é real e violenta ao nosso redor, e devemos estar prontos para lutar, pois é uma batalha por nossos corações, nossos casamentos, nossas igrejas, nossos filhos, nosso tempo, nossos talentos, nossas palavras, nossas carteiras, nossos motivos, nossa esperança e nossa alegria. Não podemos fingir que essas coisas estão fora dos limites para nosso acusador.

Nós não podemos estar à deriva na vida cristã. Não podemos viver como se estivéssemos indefesos. Não podemos nos permitir desconhecer os esquemas de Satanás. Não podemos permitir que o medo e a ansiedade levem o melhor de nós, e devemos orar para ser fortes e corajosos, porque o Senhor está connosco, por nós e em nós. Não podemos nos deixar ser apanhados de surpresa, mas com demasiada frequência o somos, porque muitas vezes nos esquecemos da dura realidade da guerra espiritual.

E embora não possamos conhecer a mente de Deus, e embora não sejamos intérpretes infalíveis da providência de Deus ou da obra do maligno, sabemos que Deus é soberano, sabemos que Satanás está operando, e sabemos que por aqueles que amam a Deus e que são chamados de acordo com o seu propósito, todas as coisas trabalham juntas para o nosso bem, de acordo com o prazer da vontade de Deus e para a glória de Deus (Romanos 8:28).

Sua ira nós podemos suportar

E embora este mundo com diabos preenchido
Ameaça nos desfazer,
Nós não temeremos, porque Deus desejou
Sua verdade para triunfar através de nós.
O Príncipe das Trevas sombrio,
Nós não trememos por ele.
Sua raiva nós podemos suportar,
Pois, sua desgraça é certa.
Uma pequena palavra deve derrubá-lo.

—Martin Luther

Visto que fomos justificados pela graça somente pela fé somente por causa de Cristo (Efésios 2: 8-10), nosso Pai está nos conformando à imagem de seu Filho (Romanos 8:29), e assim como Jesus foi tentado em cada da maneira como nós somos, mas sem pecado (Hebreus 4:15), assim Deus nos permitirá ser tentados pelo enganador de várias maneiras (1 Coríntios 10:13). Por essa razão, Jesus nos ensinou a orar ao nosso Pai celestial, “livrai-nos do maligno” (Mateus 6:13).

“Devemos reconhecer que a guerra é real e furiosa ao nosso redor, e devemos estar prontos para lutar.”

E como o Espírito nos conforma, devemos nos tornar mais intensamente conscientes dos esquemas enganosos de nosso inimigo, de modo que não sejamos enganados por Satanás, nem ignorantes de seus desígnios (2 Coríntios 2:11), mas, pelo contrário, fiquemos mais atentos quando ele como um leão que ruge, busca alguém para devorar ”(1 Pedro 5: 8), para que possamos sempre escapar da armadilha do diabo (2 Timóteo 2:26), descansando seguros de que em Cristo permaneceremos até o fim com seu sustento graça, porque Cristo esmagou a cabeça de Satanás e sua semente, e o Deus da paz em breve esmagará Satanás sob nossos pés (Gênesis 3:15; Romanos 16:20).

Artigo original por Burk Parsons em https://www.desiringgod.org/articles/satan-will-not-leave-you-alone

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: