Castores: os construtores naturais de Deus

Por causa da maldição após o pecado de Adão e Eva, a vida é difícil para todos os seres vivos: os animais se extinguem, as terras férteis se tornam desertos, os seres humanos suportam o trabalho duro. Mas Deus é cheio de graça e abençoou a criação com talentosos construtores naturais para restaurar habitats e criar ecossistemas. Já que o dia 7 de abril é o dia internacional do Castor, vamos analisar esses ocupados construtores.

Castores da América do Norte deixam a casa de seus pais, uma guarita de gravetos e destroços na colônia de castores, quando têm cerca de dois anos de idade, e sobem pelos canais para encontrar duas coisas: uma área desabitada e um companheiro. Muitos desses jovens castores morrem antes que qualquer uma dessas coisas aconteça, já que a busca em águas abertas sem represa os deixa vulneráveis ​​a predadores como ursos pardos e lobos – evidência da maldição.

Buscar um companheiro é muito menos difícil para os castores do que os humanos. Os castores normalmente têm muito menos opções e geralmente acasalam por toda a vida. O “período de lua de mel” começa quando eles se cuidam e permanecem próximos um do outro.

Então o novo casal de castores começa a trabalhar, encontra um território não reclamado e passa um mês a construir uma represa do córrego, empilhando escombros, pedras e galhos numa parede sólida, coberta de lama e com a forma de um triângulo. Com dentes alaranjados auto-afiados (graças ao ferro em seu esmalte), eles roem casca, derrubam árvores e cortam galhos até aos comprimentos apropriados. Eles têm o cuidado de permitir que um fluxo de água passe lentamente pela barragem, permitindo que a água de um lado se expanda em um lago e que a água do outro lado continue em riacho como estava.

Com a água expandida, esses arquitetos de castores desenvolveram um bairro totalmente novo. Um novo ecossistema pantaneiro de arbustos e árvores cresce, atraindo pássaros, insetos e outros animais para a área. Mas o trabalho dos castores ocupados não está completo. Com a barragem no local, sua próxima tarefa é construir uma cabana em forma de cúpula com uma entrada submersa para protegê-los do rigoroso inverno que se aproxima, manter uma loja de alimentos e criar seus kits para recomeçar o ciclo da vida.

Uma ajuda ou obstáculo?

Os castores podem criar novos ecossistemas e viver na vegetação, mas nem sempre são construtivos para o progresso humano. Os castores custam milhões de dólares a cada ano quando eles impedem rios e córregos com barragens indesejadas e inundações. Em um mundo amaldiçoado, animais e humanos sempre lutarão ajudando ou dificultando o “trabalho” de cada um. Mas podemos sempre apreciar os ocupados castores de Deus como testamentos de sua obra.

Mamíferos versáteis

Como os segundos maiores roedores do mundo (segundo para as capivaras), esses fascinantes mamíferos, com sua mistura de outras partes de animais, desafiam os evolucionistas que têm dificuldade em traçar as origens do castor. Os castores são animais semiaquáticos, equipados tanto para terra quanto para a água com pálpebras claras que funcionam como óculos de proteção para ver onde eles estão nadando. Suas patas dianteiras se assemelham às patas ágeis dos guaxinins, enquanto as patas traseiras estão presas como pés de pato para nadar. Sua cauda é como o rabo de um ornitorrinco, só que o deles é coberto de escamas como um peixe.

Mas não há nada desconcertante sobre castores. Eles são um testamento da criatividade e do design de Deus, seus ancestrais remontando ao sexto dia da semana da criação. Neste Dia Internacional do Castor, considere como este roedor obediente exibe as maravilhas de nosso Deus criativo e agradeça-lhe por todas as maneiras pelas quais Ele é gracioso até mesmo para um mundo amaldiçoado.

Artigo original em : https://answersingenesis.org/mammals/beavers-gods-natural-builders/

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: