Porque Ester quis os dez filhos de Hamã pendurados na forca, depois de já terem sido mortos?

O livro de Ester está repleto de muitas histórias que ilustram os judeus derrotando seus inimigos e celebrando sua vitória. Enquanto lia o livro de Ester, muitas perguntas intrigantes me vieram à mente. Todos nós lemos como Hamã tentou derrotar os judeus com seus modos mentirosos e enganosos, mas Ester cessou todas as suas ações... Continue Reading →

É a minha vida cristã apenas um sonho?

Peter Kreeft oferece este comentário perspicaz sobre as Pensees de Pascal: “Podemos facilmente imaginar, pensar, contemplar e ser atraídos pela ideia de entregar todo nosso ser e nossa vida a Deus sem realmente fazer isso, e pensar que o fizemos simplesmente porque nós o imaginamos” (Christianity for Modern Pagans, 234). A primeira parte - que... Continue Reading →

As genealogias do Génesis

Registos históricos com profundo significado teológico Muitas pessoas vivas hoje não acreditam que as genealogias em Génesis 5 e 11 apresentam a história real. Além disso, muitos cristãos professos não acreditam que essas genealogias contenham uma sequência completa (sem lacunas) das gerações de Adão a Abraão. Por exemplo, num artigo que apareceu no site do... Continue Reading →

A ilusão de dias normais

A vida como de costume, muitos perceberão, nunca foi a vida como de costume. Quando Cristo voltar, muitos descobrirão tarde demais que viveram dentro de um sonho. Anos vieram e anos se passaram. A primavera se transformou em outono, o outono em inverno. Eles cresceram e envelheceram, mas nunca acordaram. A “vida normal” enganou-os. Então,... Continue Reading →

Mutação, Design e Fé

Qualquer alteração na sequência de DNA de uma célula é uma mutação. Essas alterações podem vir de erros de cópia, exposição a produtos químicos ou radiação, ou de uma infeção. Mas outros tipos de mudanças genéticas podem vir de mecanismos genéticos intencionais dentro da criatura. O termo mutação pode ser enganoso, pois, quando as pessoas... Continue Reading →

Tornamo-nos como os vídeos que assistimos

Tornamo-nos como o que assistimos.Os objetos de nossa atenção moldam o que nos tornamos.Nosso potencial como criaturas é realizado pelo que vemos.Somos criaturas de barro moldáveis, nos conformando com o que mais atrai nosso olhar. O que vemos nos molda, para melhor ou para pior.Obviamente, essa realidade profunda traz consigo implicações massivas para nossa dieta... Continue Reading →

Site no WordPress.com.

EM CIMA ↑

%d bloggers like this: